terça-feira, 8 de abril de 2014

RECEITA DE MATZA PARA PESSAH

Shalom amadas!



Pessach é uma festa que exige de nós mulheres, muita criatividade na hora da refeição! O fato de não consumirmos alimentos fermentados deixa essa tarefa super dinâmica pois temos que ir em busca de novas ideias, receitas etc.Mas uma receita que é indispensável na semana de Pessach, é a de Matza, o pão ázimo sem fermento.

Em pessach, comemos matzot por sete dias e lembramos a pressa que saímos do Egito.

Apesar de parecer fácil, amassar uma pequena massa e não assá-la no tempo certo pode vir a fazer a matza não ficar apropriada para o consumo. Então, segue aqui a receita e algumas dicas para realizar essa tarefa;


Vamos lá! É hora de fazer Matza


RECEITA:

1 xicara de água
2 xícara de trigo
2 colher de azeite de oliva
1 pitada de sal
Junte todos os ingredientes e amasse rapidamente. Lembre-se que a partir do momento que você mistura o trigo com a água, até o completo assamento da matza não pode ultrapassar 18 minutos.. 


DICAS:

- Para que o assamento seja o mais rápido possível é necessário que o forno esteja muito bem aquecido, eu deixo pelo menos 30 minutos aquecendo antes de colocar a matza
- Faça uma receita por vez.
- Após fazer a receita, lave todos os utensílios usados, limpe os restos de mistura da massa e farinha. Comece uma nova receita. Essas medidas impedirão que sem querer, sua cozinha fique suja com pequenos fragmentos de chamets.
- Não precisa untar a fôrma
- Para a massa não fazer bolhas, fure com garfo antes de assar.








Estique a massa, até que ela fique super fina quase rasgando.
Quanto mais fina, mais rápido ela vai assar.


Lembre-se de furar com o garfo, isso impedirá que sua massa fique cheia de bolhas.

Asse em forno bem quente
 (dentro de 18 minutos somando o tempo de amassar e assar) 

BETEAVON!!

CHAG SAMEACH!!!




sexta-feira, 4 de abril de 2014

Luzes de Shabat



Num recinto mal-iluminado, uma só lâmpada a mais pode acrescentar luz suficiente; mas quando um lugar está em total escuridão, mais luzes se tornam necessárias. Em gerações passadas, nossos lares estavam repletos de luzes da Torá. Idéias estranhas "da rua" não penetravam e mesmo o mundo exterior não era tão escuro. Mas na licenciosa sociedade de hoje, prevalece um tenebroso negrume moral e idéias estranhas encontraram o caminho para introduzir-se dentro do lar judaico. A reação deve ser o aumento de intensidade na iluminação daTorá. 


Toda mulher ou moça judia é chamada "uma filha de Sara, Rivca, Rachel e Léa". Toda menina herda esse poder maravilhoso de iluminar o mundo e seu lar com o acendimento das velas de Shabat. É verdade que a luz que Sara e Rivca acendiam durava milagrosamente e emitia um brilho visível durante a semana toda; mas, espiritualmente, o efeito das crianças acendendo velas hoje é o mesmo.

 Assim que a menina já consegue compreender a idéia de Shabat e dizer a benção (com cerca de três anos) seus pais devem presenteá-la com um castiçal e ensiná-la a acender uma vela a cada Shabat. Ela deve acender a sua vela antes da mãe, para que ela possa ajudá-la, se necessário. A menina também pode ser encorajada a colocar algumas moedas na caixinha de Tsedacá, antes de acender a vela, o que ensina a virtude de repartir.Neste momento, com a família reunida, a mulher oferece uma oração silenciosa ou verbal por seu marido e filhos.


É verdade que a luz que Sara e Rivca acendiam, durava fisicamente e emitia um brilho visível durante a semana toda; mas o efeito interior das crianças de hoje acendendo as velas de Shabat é o mesmo. Embora não possamos vê-lo com os nossos olhos de carne e osso, as velas de Shabat acesas pela pequenina filha judia de nossa época enchem o lar de luz espiritualmente durante a semana inteira.


Fonte: http://www.chabad.org.br/shabat/as_velas/home.html

domingo, 23 de março de 2014

DICAS PARA FAZER O SHEMÁ ISRAEL


Psicólogos que estudam os sonhos dizem que os últimos cinco minutos conscientes do dia determinam o que sonharemos à noite. E sabemos que a maneira de dormir determina grande parte do que iremos desempenhar no dia seguinte.Este é um bom motivo para entrar na rotina do “Shemá Antes de Dormir”. Você o encontra no Sidur, livro de orações. Veja o passo a passo:
Relaxe
Não tente correr como faz durante a hora do rush no trânsito. Faça uma pausa. Livre-se dos pensamentos do dia. Esvazie a mente.
Reexamine
Deixe que os acontecimentos do dia passem pela sua mente. Procure as centelhas de beleza que você encontrou durante o dia. Descarte os problemas, as coisas desagradáveis. Da próxima vez, você fará melhor.
Descanse
Você deseja que essas coisas desagradáveis sejam esquecidas. A melhor maneira é esquecer os erros alheios que o afetaram. Como diria Rava, o Sábio talmúdico: “Aquele que ignora o impulso de conseguir vingança, todos os seus pecados serão ignorados no registro celestial.”
Começamos o Shemá antes de dormir com um curto parágrafo de Rabi Yitschac Luria, declarando perdão a todos que possam ter nos ofendido.
Reconcentre-se
Agora recite o Shemá, declarando que por trás de tudo aquilo que aconteceu hoje há um único D’us. Diga-o com intensa concentração e com toda sua alma.
Arrependimento
Pense sobre a bondade de D’us que permite que você comece cada novo dia. Recite o vidui (confissão) que se segue ao Shemá. Aproxime sua alma d’Ele e se afaste daquilo que possa puxar você para baixo.
Re-encomende-se
Termine com a bênção Hamapil, pedindo uma boa noite, confiando a alma a D’us e louvando-o por aquilo que você viveu hoje, para que Sua glória ilumine o mundo. Após a bênção, evite comer ou beber até acordar.
Com dificuldade para dormir?
Tente dizer, pensar ou visualizar as palavras do Shemá.
Boa noite...
Fonte: pt.chabad.org.
http://www.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1124386/jewish/Shem-Antes-de-Dormir.htm

sexta-feira, 14 de março de 2014

FELIZ PURIM!



AOS AMIGOS QUE VISITAM MEU BLOG DESEJO UMA MARAVILHOSA FESTA DE PURIM!

PURIM SAMEACH!




quarta-feira, 12 de março de 2014

PREZE SEU MARIDO 5


Querida filha! Esteja sempre disponível para seu marido e não o evite. Assim você o protegerá de transgressões, particularmente nesta geração, na qual a falta de recato e a libertinagem nas ruas são tão grandes, e tudo é repugnante e repulsivo, porque a impureza dos povos do mundo se misturou e difundiu entre nós, e as mulheres se despojaram da virtude do recato e da modéstia, andando com poucas roupas, a fim de armarem uma cilada para que as pessoas cometam pecados.

Assim, se você estiver sempre disponível para o seu marido em seu tempo de pureza, enfeitando-se na presença dele e demonstrando-lhe seu amor, você o preservará de todo mal e terá uma recompensa muito grande nos Céus. Pois quando ajuda o marido a aplacar seu instinto, protegendo-o de transgressões, a mulher tem enorme valor e retribuição em todos os mundos. A promessa feita por Deus, bendito seja, para as mulheres é muito maior do que para os homens, pois elas esperam por seus maridos e os ajudam a resguardar-se dos pecados. (Berachot 17)

Esteja sempre disposta a que ele satisfaça seu desejo com você. Desta forma seu amor será redobrado, e ele fará todas as suas vontades. Nossos santos sábios disseram (Eruvin 100): `toda mulher que cobra do marido o cumprimento da mitsvá é recompensada com filhos que não existiram nem mesmo na época de Moshe.`Se você estiver sempre esperando seu marido com amor, suas mentes se tornarão uma só.

Querida filha! Não dê pouca importância a isso, pois esse é i grande princípio da vida conjugal, e disso dependem todos os laços e uniões amorosas entre vocês. Portanto, aja com sabedoria! Esteja disponível para o seu marido em seu período de preza e assim conquistará seu coração completamente. Além disso, por seu intermédio, ele ficará protegido de todo tipo de transgressão e pecado, e sua recompensa nos Céus crescerá.

Não deixe que mulheres todas e fúteis confundam sua cabeça, aconselhando-a a manter abstinência. Pois nossos santos sábios sempre foram muitos severos em relação a isso e disseram que a mulher abstinente faz parte dos que destroem e anulam a existência do mundo (Sota 20)`.
Por conseguinte, jamais atrase sua purificação. Logo que puder, purifique-se para seu marido com muita vontade e alegria. Pois assim Deus, bendito seja, lhe dará filhos e filhas doces, sábios, inteligentes e sinceramente tementes a Deus. Seu lar se transformará num Gan Éden, seu marido terá o pensamento constantemente fixo em você, sem pensar em nenhuma outra mulher, e seu amor será muito forte e intenso.

Portanto, querida filha, saiba que se você estiver sempre disponível para seu marido, poderá conseguir dele tudo que quiser, porque ele verá que você se dedica inteiramente a ele e satisfaz a sua vontade. Então, automaticamente, sua vontade será a dele, e você será a mais feliz das mulheres.

*Texto do livro: PREZE SEU MARIDO

PREZE SUA ESPOSA 5


Querido filho! Nossos sábios disseram (Bava Metsia 59): “O homem deve sempre ter muito cuidado com o que diz a sua esposa, pois suas lágrimas são fáceis e ela se ofende rapidamente”. Assim, é proibido causar qualquer tipo de sofrimento à esposa, porque D’us, bendito seja, é muito severo em relação a isso. Se você a magoar, ferindo-a com palavras, desdenhando-a e levando-a às lágrimas, saiba que será severamente punido pelos céus por não ter considerado o quanto a aflição de uma esposa incomoda a D’us.Portanto, querido filho, procure corrigir seus atos, comece a respeitar e estimar sua esposa e cuide muito bem dela. Se você sofre por causa dela, saiba que é porque não está sendo suficientemente cuidadoso para não magoá-la.A mulher, por natureza, é muito mais sensível que o homem; logo, quando você a aflige com uma palavra inconveniente, mesmo que não tenha a intenção de feri-la, ela fica muito magoada. Por conseguinte, meu querido, é sua responsabilidade ter muito cuidado para não atormentar sua esposa, pois D’us, bendito seja, não perdoa este pecado. Se você falar com ela sempre delicadamente, prezando-a, estimando-a e fortalecendo-a, D’us derramará sobre você muita abundância, conforme está escrito (ibid.): “O homem deve ser muito zeloso em respeitar a esposa, pois só há bênção no lar por mérito dela; se respeitarem suas esposas, eles se tornarão ricos.”Assim, meu filho, se você quer ter uma abundância material e espiritual e deseja que D’us o ame, faça tudo para respeitar e prezar sua esposa.

*Texto do livro: Preze sua Esposa

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

FATIAS HÚNGARAS COM MASSA DE CHALAH

Shalom queridas!!


Aqui na minha casa, toda sexta feira, fico pensando o quê fazer com a massa de chalah que vai sobrar. Cada semana faço uma coisa diferente, e ainda a criatividade pode ir mais longe do que imagino, com uma infinidade de coisas deliciosas que dá pra inventar. Entre as coisas que faço estão: 

- Massa pré assada para pizza

- Cueca virada

- Bolinho frito com coco ralado

- Fatias Húngaras






Mas neste post, quero mostrar pra vocês como eu faço a Fatias Húngaras com a massa de chalah.

FATIAS HÚNGARAS


INGREDIENTES:
- Massa de chalah
- Coco ralado 200 gr
- Margarina 100 gr
- Açucar 1 e 1/2 xicara


MODO DE FAZER:


RECHEIO
Numa panela, faça uma mistura com o coco ralado, o açucar e a margarina;
é só o tempo de amolecer a margarina e misturar tudo e já esta pronto.

Abra um pedaço de massa de aproximadamente 1 cm de espessura.
Espalhe o recheio sobre a massa.


Depois de espalhar o recheio, comece a enrolar a massa de forma
que fique bem apertadinho. Enrole até virar um rocambole.




Corte bolinhos com 2 dedos de espessura.

DICA: não precisa untar a fôrma. 


Não precisa esperar a massa crescer, pode-se colocar
diretamente no forno pré aquecido. Asse até dourar.
DICA: Não deixe dourar tanto!! Assim você terá fatias húngaras mais macias!

DICA FINAL:
Após retirar do forno, pegue 1 xícara de leite com 3 colheres de açucar,
jogue colheradas em cima das fatias, para umedecer.
Volte ao forno por mais 1 minuto.


BOM APETITE
SHABAT SHALOM!!





terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Amarrando tichel

Olá!! Shalom!

Hoje, quero compartilhar com vocês, meu primeiro vídeo tutorial que mostro como eu amarro meu lenço, no modelo básico.
Espero que gostem!
Agraços a todas!

 

AIDEL ANGÉLICA, MINHA PRICESA

Olá! Shalom!
Faz tempo que não apareço por aqui! Passei os ultimos meses por uma gestação não muito fácil, mas graças ao Eterno tudo ocorreu bem no meu parto e hoje, já faz 42 dias que estou com o meu presente de D-us, que é a minha flha Aidel Angélica.
Voltar a brincar de boneca, foi a coisa mais maravilhosa que me aconteceu nos últimos tempos.
Estou muito grata a HaShem por ter me proporcionado mais uma vez a bênção de ser mãe...e agora de uma menina, uma bela princesinha.
Aidel, eu te amo!







domingo, 9 de fevereiro de 2014

Como eu gostaria de estar andando calmamente pelas ruas de Jerusalém neste momento, agora são 16:25 da tarde lá... talvez sentar em uma das praças, na sombra de alguma árvore perto da rua ben yehudah, ou talvez na praça que fica próximo á grande sinagoga...
Seria ótimo também, se eu pudesse ver novamente de perto a porta de Jafa, e beijar a mezuzá da mesma!
Ahh, nada mal andar pelas ruas e receber mais uma vez o caloroso, 'shabat shalom' de quem vc nem conhece!!
Olhar para as casas e prédios de pedras douradas, que ficam ainda mais douradas à noite, beleza natural aos olhos.
No meu pensamento, continuo a andar calmamente pelas ruas, observando as famílias, rumo ao kotel para mais uma havdalah...
Chegar duas horas antes da havdalah e esperar, rezando tranquilamente no kotel, ouvindo aquelas centenas de vozes ao redor, vozes que se misturam no clamor, na alegria e também o som do choro e das preces dos que anseiam pela volta do machiach...
Ahh Yerushalaim!! se eu me esquecer de ti, esqueça-se a minha direita da sua destreza.
Se me não lembrar de ti, apegue-se-me a língua ao meu paladar; se não preferir Jerusalém à minha maior alegria.
Yerushalaim, minha alma por ti chora!